alem da tecnologia, cultura maker, dicas da tchellita

compartilhando coisas boas

Antes de escrever este post eu repensei muitas vezes, afinal de contas já tinha publico o material da oficina, já tinha publicado fotos sobre o Hack Day Maker voltado para o público feminino que aconteceu no último sábado, tão carinhosamente chamado por algumas de Arduino4Girls.

Enfim já tinha compartilhado tudo, por que então publicar um post sobre essa experiência? Num mundo onde a maior luta de quem produz conteúdo é publicar algo novo ou algo de forma diferente, essa dúvida ficou me martelando desde sábado e ontem quando parei para escrever o segundo post da semana do blog só me vinha a mente o sábado, a oficina, as conversas e o quão feliz e cansada eu cheguei em casa.

Resolvi abrir mão da cobrança interna e escrever para agradecer e compartilhar um pouco do que claramente são esses eventos pra mim. Quem me conhece sabe que sempre fui de contestar, de perguntar os porquês e de discutir ideias, pontos de vista e por ai vai.

lugar-de-mulherAno passado tive oportunidade de começar a participar desses  eventos de empoderamento feminino utilizando a tecnologia. Conheci um monte de gente legal e disposta a fazer a mudança necessária para termos um mundo com menos desigualdade. Entendi de forma mais clara o que eventos com Django Girls, PyLadies e tantos outros desejam e passei sim a escrever mais sobre isso e tentar pelo menos fazer com que a grande maioria das pessoas entendessem do que se trata antes de ser contra ou a favor.

Adoro um hardware, um código bem baixo nível e resolvi compartilhar um pouco do que eu sei em uma tarde de sábado, coloquei no ar as inscrições e um monte de gente que eu não conhecia pessoalmente se inscreveu, gente que lê o que eu publico e que de certa forma se sente inspirada.

Ver quinze meninas, algumas que nunca tinham usado o Arduino na vida fazendo os exemplos sem medo de errar, testando e aprendendo. Ver meninas que não sabiam programar conseguindo acompanhar as atividades, poder mostrar pra elas que nós mulheres temos representantes e muito fortes, diga-se de passagem, no movimento maker foi sem sombra de dúvida uma tarde de aprendizado para mim. Muito obrigada: Tais Loureiro , Sheila, Renata Urbanski , Inaiana,  Juliana, Thais Hamilton, Liliane, Caroline, Talita, Karen, Renata Nuland, Dhayane, Inajara, Amanda e Izadora.

Posso parecer um pouco, ou melhor, romântica demais mas acredito sim que podemos fazer um mundo melhor com nossos pequenos atos. E em épocas de tanta podridão no país, em época onde é tão difícil tentar entender e ter algum tipo de fé que vamos sair dessa, a única ferramenta que me sobra é compartilhar o que eu sei, acreditar na educação e no poder transformador que ela tem.

Então se você conhece alguma ferramenta, tecnologia e morre de vontade de passar isso pra frente e compartilhar o seu conhecimento mas  não sabe muito bem como começar a única maneira de fazer12341557_10153822297941913_7644082288147416003_n é dando o primeiro passo, vai lá e faz, você vai ver como as experiências vão se tornando combustível para você fazer isso cada vez mais e cada vez melhor. Compartilha, compartilha e compartilha! Como se isso tudo não bastasse durante a semana eu recebi tanta prova de carinho, recadinhos lindos deixados no formulário de feedback, inbox nas  redes sociais que só me fizeram querer fazer tudo isso de novo e quantas vezes for possível!!!  Então respondendo a mim mesma o motivo do post é: compartilhar coisas boas!!!!!!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s