ensino de programacao

#2 Pensamento Computacional: a Abstração

Continuando a nossa série de posts falando sobre o Pensamento Computacional (o primeiro post está aqui) , a ideia  agora é falar sobre uma dos pilares: a abstração.

Mas antes disso vamos retomar um das maneiras como o pensamento computacional pode ser compreendido, que é  o uso de ferramentas que os cientistas de computação usam para resolver problemas do nosso dia da dia. De acordo com Paulo Blikstein ( Professor na Escola de Educação e no departamento de Ciência da Computação da Stanford University, EUA), existem duas etapas envolvidas nesse pensamento:

  • “…a primeira etapa do “pensar computacionalmente” é identificar as tarefas cognitivas que podem ser feitamaxresdefaults de forma mais rápidae eficiente por um computador.”
  • “A segunda etapa é saber programar um computador para realizar essas tarefas cognitivas – em outras palavras, transferir aquilo que não é essencialmente humano para um computador que, como sabemos, é bem burrinho, mas muito rápido.”

A ideia deste post é falar um pouco dessa maneira de identificarmos as tarefas e para isso entra em campo a abstração.  No final do post darei algumas sugestões de como utilizar a abstração em sala de  aula. 🙂

A abstração, de acordo com o material do pessoal do Programaê, é: a ação de ignorar os detalhes de uma solução de modo que ela possa ser válida para diversos problemas. O conceito de abstração é muito utilizado em computação, por exemplo, quando se está pensando em programar um determinado objeto. O programador preocupa-se em entender o que ele é e o que ele faz deixando os detalhes de como ele será feito para a próxima etapa.

Abstrair é isolar aspectos relevantes de um todo e considerá-lo de forma individual. Por exemplo é avaliar um problema e extrair uma representação do mesmo levando em consideração um aspecto para propor a solução.

Um outro aspecto importante da abstração, é que cada pessoa faz a sua abstração levando-se em consideração os aspectos que são importantes para ela. Se você tivesse que realizar a abstração de um gato como faria? Não existe certo nem errado e sim o que é adequado ou não para um determinado cenário

Imagine que você leia um texto e precisa expressar o aspecto principal do que ele trata, você abstrai alguns aspecto e gera a ideia principal do que acabou de ler, na sua interpretação.

Outro exemplo de abstração é o uso do calendário que é composto por dias, semanas, meses e anos. Para verificarmos os nossos compromissos diários, pensamos somente naquele aspecto importante, do que temos para realizar naquele dia.Viu só como a gente já usa esse conceito do pensamento computacional?

Então toda vez que  você se deparar com uma tarefa tente encontrar seu aspectos mais importantes, o que mais te chama atenção dela e focar neles, assim você está fazendo uma abstração desse objeto e se preparando para executar essa tarefa ou quando estamos tratando de um problema, propor a solução.

E que tal aplicar esse conceito em sala de aula? Aqui existe uma atividade muito interessante do pessoal do Code.org, que envolve outros aspectos do pensamento computacional: decomposição, padrões, abstração e algoritmo.

Uma atividade que pode ser feita é pedir aos alunos para eles representarem a ideia principal de um texto através de um mapa mental ou de qualquer outro esquema, depois peça para eles analisarem os mapas dos colegas e falem o que entenderam com a abstração dos colegas. Já aqui eu achei uma atividade bem interessante que envolve artes e abstração.

Se você utiliza pensamento computacional em sala de aula ou conhece algum material sobre o assunto, deixa o comentário ali pra gente continuar conversando e pensando computacionalmente. 🙂 🙂

Anúncios

3 comentários em “#2 Pensamento Computacional: a Abstração”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s